Pular para o conteúdo principal

Festival de Jazz reúne grandes talentos no Vale do Capão

Resultado de imagem para vale do capão festival de jazz
A sétima edição do Festival de Jazz do Capão, que acontece nos dias 21 e 22 de setembro, no Vale do Capão, prestará um tributo ao guitarrista baiano e bluesman Álvaro Assmar, pelas mãos de Eric Assmar Trio. Também sobem ao palco Dani e Debora Gurgel Quarteto, Conexão Berlin e Paulo Mutti. Os espetáculos, que reúnem outros talentos da música instrumental, acontecem a partir das 20h, na Praça da Vila do Capão, distrito de Caeté-Açú, localizado no município de Palmeiras. A programação é gratuita.
A “Mostra Capão”, que abre a programação artística do evento este ano, será apresentada por Stefano Cortese Trio e convidados. Pianista italiano radicado no Capão há dez anos, Stefano irá mostrar um trabalho de sua autoria, que traz influências do jazz, da música do mediterrâneo e da música brasileira. Na sequência, sobe ao palco o guitarrista, violonista, arranjador, compositor e produtor baiano Paulo Mutti, que acaba de lançar seu primeiro CD, “Quietude”, no qual mistura influências do jazz, do rock e da música afro-baiana. a dupla Filipe Moreno e Tarcísio Santos, respectivamente, baixista e guitarrista da região de Vitória da Conquista e o grupo Conexão Berlin, formado por experientes músicos da cena jazzística da capital alemã, também se apresentam na estreia do festival.
A noite do sábado (22) começa com a Mostra da Escola de Música da Universidade Federal da Bahia, que apresenta Jessica Kaline Quarteto. Guitarrista e compositora baiana, nascida em Jequié, Jessica integrou a banda base da Jamnomam e é estudante do curso de Música Popular da UFBA. A programação segue com Eric Assmar Trio. Considerado o maior expoente da nova geração de guitarristas de blues na Bahia, Eric desenvolveu uma personalidade artística própria, com expressão e técnica do gênero sob a influência de seu pai e maior mentor, Álvaro Assmar, um dos maiores nomes do blues no Brasil, falecido precocemente no fim do ano passado.
Também se apresenta no sábado o saxofonista e flautista baiano Joander Cruz, radicado há alguns anos na Alemanha, com registros em gravações com a Orkestra Rumpilezz e Mou Brasil Quinteto. A noite será encerrada com Dani e Debora Gurgel Quarteto, que faz um mergulho brasileiro no jazz contemporâneo com uma fusão de ritmos modernos e tradicionais.
O curador e diretor artístico do Festival de Jazz do Capão, Rowney Scott, explica que a tendência atual do evento é de buscar trabalhos de qualidade e consistentes de artistas que já têm uma maturidade, com uma carreira em andamento, independentemente de serem conhecidos do grande público ou não. “Estou muito feliz porque a programação está bem rica nesse sentido e variada de estilos. Esse ano, temos também a presença forte de mulheres como protagonistas, como Dani e Debora Gurgel, que têm uma carreira internacional, mas o grande público no Brasil talvez ainda não as conheça. Tem também Jessica Kaline, que é uma jovem guitarrista, estudante da UFBA, que vem trazendo o seu quarteto”, destaca.
Workshops - Além dos shows, serão realizados workshops, das 14h às 16h, no Circo do Capão. Os temas são “Composição brasileira” (Debora Gurgel); “Sax e improvisação” (Joander Cruz), “A cena da música instrumental em Berlim” (Conexão Berlin) e “Baixo elétrico” (Filipe Moreno). A programação do evento inclui, ainda, a realização de uma campanha ambiental que envolve ações de coleta seletiva e, também, o incentivo à carona solidária. O objetivo dos organizadores com a ação é reduzir o impacto ambiental do projeto ao menor nível possível. O Festival de Jazz do Capão conta com o apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura; Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura.
Programação:
Sexta-feira (21/9)
Shows: Praça Principal do Vale do Capão, a partir das 20h.
Atrações: Mostra Capão com Stefano Cortese Trio e convidados, Paulo Mutti, Filipe Moreno e Tarcísio Santos, e Conexão Berlin (Alemanha).
Workshops: Circo do Capão.
14h – Composição Brasileira (Debora Gurgel).
16h – Sax e Improvisação (Joander Cruz).
Sábado (22/9)
Shows: Praça Principal do Vale do Capão, a partir das 20h.
Atrações: Mostra EMUS/UFBA com Jessica Kaline Quarteto, Eric Assmar Trio, Joander Cruz, Dani e Debora Gurgel Quarteto.
Workshops: Circo do Capão
14h – A cena da música instrumental em Berlim (Conexão Berlin)
16h – Baixo Elétrico (Filipe Moreno)

Foto:Reprodução internet
Fonte: A TARDE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jovem natural de Ipirá morre em acidente na BA-130, entre Mairí e Baixa Grande

Na madrugada deste sábado, 17, aconteceu um grave acidente com vítima fatal, na BA-130, entre os municípios de Mairi e Baixa Grande, localizados na Bacia do Jacuípe. De acordo com informações do site Agmar Rios, houve uma colisão frontal envolvendo um caminhão VW/24.250, de cor prata, placa de São José do Jacuípe-BA e um Fiat/Strada Working, de cor vermelha, placa OZK-1494, licença de Ipirá-BA. Natural de Ipirá, o motorista do Fiat Strada que era conhecido popularmente como Elton, ficou preso nas ferragens, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.  Segundo com informações, ele era servidor público da Prefeitura Municipal de Ipirá. O motorista do caminhão não ficou ferido. O filho dele foi que também estava abordo do veículo, sofreu ferimentos leves, foi levado para o um hospital local, mas passa bem. O acidente aconteceu na Curva do Sebo, no município de Mairi.

Espetacular, esse é o nome que define a grande final da Copa Rural 2018. Umburanas é Campeã

O público lotou as laterais do Campo do Povoado Umburanas, palco da grande final da Copa Rural 2018, e de muita festa e cheio de emoções. Após o tempo regulamentar de muita bola rolando e nenhum gol, o Campeão da Copa Rural 2018 só foi conhecido depois da disputa de pênaltis. Umburanas levou a melhor e conquistou a taça de Campeão 2018 – Taça Roberto Cintra – e um prêmio em dinheiro no valor de R$ 3.000,00 e Nova Brasília taça de Vice-campeão – Taça Elton Macedo – mais um prêmio em dinheiro no valor de R$ 2.500,00.
A Copa Rural 2018 movimentou todo o município, foram 46 jogos realizados nos povoados e distritos, além da partida final. Com o empenho dos técnicos, jogadores e o carinho dos torcedores pelo seu time, comparecendo a cada jogo, vestindo a camisa e vibrando de emoção.
A arbitragem faz seu papel com dedicação e compromisso mostrando total profissionalismo viabilizando resultados justos. Os árbitros que trabalharam durante a competição foram supervisionados pelo profissional e c…

Garoto de Feira de Santana conhecido como o Rei da Matemática está passando dificuldades e sofre de depressão

Em uma situação diferente dos vídeos engraçados que há três anos viralizaram na internet e por todo Brasil, o garoto de 19 anos Florisvaldo Moreira de Queiroz, que é conhecido como Lucas e ficou famoso como o Rei da Matemática, nos últimos dias foi protagonista de imagens de abandono e tristeza. Morador da Expansão do Conjunto Feira IX em Feira de Santana, ele foi localizado por vizinhos em um estado deplorável de sujeira, fome e muita negligência. Foto: Paulo José/Acorda Cidade No novo vídeo que viralizou nos últimos dias nas redes sociais, Lucas aparece deitado em um sofá muito sujo, apresenta muita magreza e confusão mental. Na residência onde as imagens foram gravadas há muito lixo, sujeira, fezes, não há alimento, nem água e energia elétrica. Foto: Paulo José/Acorda Cidade Os vizinhos informaram ao Acorda Cidade que Lucas foi abandonado pela própria mãe há cerca de nove meses. Ela foi morar em outra residência com o companheiro e desde então o jovem que aparenta ter distúrbios m…